O Poder da Oração

    Muitas vezes nos deixamos levar pela insegurança, ansiedade e indisposição. Ficamos inquietos e muito preocupados. Também, são tantos os acontecimentos: tragédias nas regiões serranas, violência nas cidades grandes, acidentes, desempregos, contas e mais contas para pagar, casa e filhos para cuidar, dengue, doenças, desavenças... Chega uma hora que todas essas coisas nos causam muito cansaço e a sensação de que não temos para onde ir e o que fazer.

    Às vezes, nos deixamos levar pelas preocupações, afinal, somos humanos e todas essas coisas não dão em árvores, mas em nós mesmos.

    O que fazer, então, nessa hora? Por que às vezes, não conseguimos enxergar a solução? Por que esquecemos o real motivo pelo qual estamos aqui? Por que não colocamos sempre Deus em primeiro lugar em nossas vidas? Por que às vezes, nos faltam confiança e disposição? Todos esses questionamentos acontecem por falta de oração. É preciso orar mais! É preciso orar muito, em todos os momentos e em todas as ocasiões. Pedir a Deus para nos preocuparmos menos com o futuro, ou com o que já passou, e nos preocuparmos somente com o presente, de preferência com o que está acontecendo agora.

    Precisamos fazer como nosso pastor nos orientou em sua Pastoral “Fortaleza da Solidão”. Devemos nos esconder mais em nossa “fortaleza de oração” e orar por nossa saúde, nossos filhos, nossos pais, nossos amigos, nossos irmãos, nossos pastores, nossos empregos, nossa disposição em procurar um, nossa casa, nosso alimento, por aqueles que ainda não aceitaram a Jesus, pelas pessoas que sofreram com as tragédias, pelas pessoas que se uniram para ajudá-las.

    São tantos os motivos para orarmos, que levaríamos o dia todo em nossas Fortalezas, mas teríamos muito mais forças para encarar todas aquelas coisas, quando saíssemos de lá.

    Ficamos tão preocupados com os acontecimentos, com nossa vida particular, profissional ou nossa vida na igreja, que nos esquecemos de orar, confiar e descansar em Deus.

    Seremos muito mais felizes quando a nossa preocupação for principalmente adorar a Deus.

    Seremos muito mais tranquilos quando entendermos que mesmo não sendo abençoados da maneira que gostaríamos, o importante é que já somos salvos e isto basta.

    Apesar, de muitas vezes não termos uma segunda chance da vida ou do ser humano, Deus que é misericordioso sempre nos dá uma chance de buscarmos o arrependimento, o perdão, a confiança, o descanso. E assim, podermos dormir tranqüilos mesmo em meio a tantos problemas, como Jesus que dormia tranqüilo em meio a uma grande tempestade (Mateus 8:23-27).

    Apesar de, às vezes, parecer que o cansaço e o desânimo são maiores que nossas forças, nós cristãos temos a obrigação de encarar os problemas, de resolvê-los com sabedoria e tranquilidade e de sorrir.

    Que o choro, o cansaço, a tristeza e decepção quando houver, durem o suficiente para nos fortalecer e crescer.

    “O senhor te guiará continuamente, fartará a tua alma até em lugares áridos e fortificará os teus ossos; serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam.” Isaías 58:11

    Glória a Deus por essas palavras de força e fé.

    Este editorial foi escrito por nossa irmã Amanda Melo.

    Hoje são dezessete de Abril de 2011, Jesus cristo ainda não voltou.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!