Honrar pai e mãe

“Honra teu pai e tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor, teu Deus te dá.” Êxodo 20:12

Neste mandamento, o quinto, podemos perceber a importância que Deus dá a família, acima de tudo ao relacionamento familiar. Ele nos tornou seus filhos como podemos ver através do texto de I João 3:1:

“Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus. Por essa razão, o mundo não nos conhece, porquanto não o conheceu a ele mesmo.” 

Mas nenhum relacionamento familiar será possível sem que os membros desta família dediquem um ao outro a porção exata de um grande tesouro: A HONRA.

Neste particular, os pais devem ser o alvo maior desta dedicação. É importante notar que não há condicionantes neste quinto mandamento. Ou seja, nós não lemos: “Honra teu pai e tua mãe até que...” Nem sequer lemos: “Honra teu pai e tua mãe somente se...” A orientação do mandamento é a de que devemos honrá-los sempre. Isto se tornará impraticável se a família estiver vivendo no caos.

Sendo um representante do nome de sua família, cabe a você escolher se trará honra ou vergonha aos seus pais pelas suas ações. O que você faz (e até o que você deixa de fazer) afetará a maneira como as pessoas olham não somente para você, mas toda a sua família.

Quando escolhemos honrar nossos pais, e o nome de nossa família; diante de nós se abre o potencial de uma vida longa, e abençoada, e feliz.

Neste mês de Maio estamos dando ênfase às famílias. Por isso, estamos falando aos filhos. Quer viver muito? Não é preciso muita ginástica, nem malhação. Honra a teu pai e tua mãe.

Hoje são vinte e dois de Maio de 2011, Jesus Cristo ainda não voltou.

Do seu irmão e amigo, Reverendo Pastor Ricardo dos Santos.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!