Vou não, quero não, meu Senhor me libertou!

 

“Portai-vos com sabedoria para com os que são de fora; aproveitai as oportunidades.” Cl 4:5

    Estamos, em todo tempo, a um passo de comprometermos nossa fé e testemunho. O mundo no qual estamos inseridos não segue o padrão bíblico de ética, moral e cidadania.

    A ética mundana é a de levar vantagem em tudo, em todo tempo, o tempo todo. Não importa quem será prejudicado, contanto que não seja eu, nem meus afiliados.

    A moral destes tempos que vivemos é a moral que justifica tudo como sendo “politicamente correto”. Basta mudarmos o nome de péssimos hábitos, e atribuí-los como direito das minorias injustiçadas e discriminadas. É preciso ser tolerante...

    A cidadania de nosso povo é a cidadania dos desterrados. Como disse Sergio Buarque de Hollanda no seu clássico RAÍZES DO BRASIL ao referir-se ao povo brasileiro: “Somos desterrados em nossa própria terra.”

    Por estas razões é muito fácil ser tentado a seguir a multidão: todo mundo faz isto, por que razão, eu deveria ser diferente? Nada muda ao meu redor, por que eu deveria me preocupar?

    A liberdade é uma via de mão dupla: nós escolhemos para onde iremos. Não é fácil ser livre! É preciso ser responsável para ser livre; é preciso ser racional para ser livre; é preciso ser sábio para ser livre. Ser livre não é fazer o que se quer, a hora que se quer, mas sim, fazer o que precisa ser feito.

    Se cada cristão vivesse de forma responsável onde estivesse inserido, muitos sermões estariam sendo pregados em muitos lugares da terra. Se procurássemos viver, minimamente pelos ensinos do Sermão do Monte (Mateus 5-7), o Cristianismo não estaria sendo vencido pelo Islamismo. “Islã” significa “submissão”, na verdade, “escravidão”. Você obedece, ou obedece! Não há meio termo! Nós que “verdadeiramente fomos libertos” não estamos sabendo aproveitar desta liberdade.

    É preciso dar um basta a esta frouxidão de testemunho que impera entre nós. Sejamos como Beltessazar (Daniel), Sadraque (Ananias), Mesaque (Misael), e Abede-Nego (Azarias). Saibamos dizer “NÃO” às ofertas deste mundo, sejam elas quais forem, venham de quem vier.

    Hoje são quinze de Janeiro de 2012, Jesus Cristo ainda não voltou.

    Do seu irmão e amigo, Reverendo Pastor Ricardo dos Santos.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!