Dia do Pastor

“Levantarei sobre elas pastores que as apascentem, e elas jamais temerão, nem se espantarão; nem uma delas faltará, diz o Senhor.” Jr 23:4.

    Hoje é o segundo Domingo de Junho, separado por nós batistas como o “Dia do Pastor”. Particularmente, não vejo a necessidade de uma data para esta homenagem. A melhor homenagem que um pastor pode receber de sua congregação é viver conforme as mensagens pregadas, mensagens extraídas da Palavra de Deus. A melhor homenagem que a congregação pode dar ao seu pastor é envolver-se integralmente na Obra de Deus. Mas por tratar-se de uma tradição, tradição não se discute, tradição se mantém.

    Temos muitas pessoas enganadas a respeito deste servo de Deus: O pastor. Isto é devido ao fato de muitos homens terem usurpado para si mesmos este título. O título não indica o verdadeiro pastor, nem mesmo o curso feito. Hoje existem escolas que não se chamam mais de “Seminários Teológicos”, chamam-se de “Escolas de Pastores”.

    O pastor não é formado na escola. A preparação teológica é essencial para a realização de um excelente trabalho. Mas os pastores nascem no ventre de suas mães: “Antes que eu te formasse no ventre materno, eu te conheci, e, antes que saísses da madre, te consagrei, e te constituí profeta às nações.” Jr 1:5.

    A formação do pastor é feita nos bancos da igreja, é feita na participação ativa na obra de Deus, é feita na comunhão com os irmãos, até que o Senhor confirma a chamada. Vemos no texto em epígrafe que o próprio Deus é quem toma a iniciativa de levantar pastores. O homem apenas responde a este chamado. Preocupo-me, quando ouço algum jovem dizer: “-Quero ser pastor!” A razão de tantos problemas no meio do povo de Deus vem daí. Estes pastores, estes que buscaram este título sem terem a chamada são os que provocam o debandar das ovelhas, como nos diz o Senhor: “O meu povo tem sido ovelhas perdidas; seus pastores as fizeram errar e as deixaram desviar para os montes; do monte passaram ao outeiro, esqueceram-se do seu redil.” Jr 50:6.

    Que neste dia possamos lembrar-nos dos verdadeiros vocacionados; daqueles que almejam servir sem mercadejar com o Ministério. Daqueles que pregam o verdadeiro Evangelho de Cristo, e não, vãs filosofias. Daqueles que se mantêm fiéis à sua Denominação.

    Em nome destes e de todos os pastores fiéis, agradeço a homenagem deste dia.

    Hoje são doze de Junho de 2011, Jesus Cristo ainda não voltou.

    Do seu irmão e amigo, Reverendo Pastor Ricardo dos Santos.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!