Identidade Batista

 

“Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno.” Mt 5:37

    Todos nós temos o nosso documento de identidade, conhecido como RG (Registro Geral). Este documento não deixa dúvidas com respeito à nossa pessoa, ou seja, sou quem digo ser. A foto e a impressão digital corroboram com as informações contidas no RG. É recomendável que nunca saiamos de casa sem portar este documento.

    O que este fato tem a ver com a Igreja Batista? Quero me utilizar desta comparação para afirmar que existe uma identidade, ou seja, algo que identifica uma verdadeira Igreja Batista: O Cantor Cristão. Há muitas igrejas que se chamam de “Batistas”, mas que não podem identificar-se como tal. Ainda que sua liturgia de culto contenha algo da cultura batista, faltam-lhes a marca maior: O canto dos hinos do Cantor Cristão.

    Que me perdoem os chamados “modernos”; não consigo ver nenhuma identificação em uma igreja que se diz batista e não cante os hinos do hinário dos batistas. É como ser brasileiro e não saber falar a língua portuguesa.

    Aceito a variação que temos: o HCC (Hinário para o Culto Cristão). Que vem a ser uma ampliação do Cantor Cristão. As igrejas que se mantêm fiéis à tradição do Cantor Cristão, normalmente, adotam os dois hinários.

    O texto em epígrafe nos chama a atenção para sermos verdadeiros no que dissermos, por isso, se afirmo que sou membro de uma igreja batista, esta igreja para ser identificada como verdadeiramente batista, precisa cantar os hinos do Cantor Cristão (ou HCC). Sim, sim; não, não. Você não pode ser mais ou menos batista; ou você é ou você não é! O discurso dos “supostos” modernos é de que “é preciso quebrar paradigmas antigos!” O que muitos destes “supostos” modernos não percebem é que estão pondo em risco a própria identidade, aquilo que temos de mais precioso.

    Cantar os hinos do Cantor Cristão não é ser antiquado, é ser Batista! Os anos passam, mas as mensagens cantadas deste hinário parecem-nos sempre     jovens e atuais. Não há ninguém que deixe de expressar a sua preferência por este, ou aquele hino do Cantor Cristão.

    Irmãos, no encerramento do mês da música, sintamo-nos orgulhosos (o chamado orgulho santo) de termos uma identidade: O Cantor Cristão.

    Como nos diz o autor sacro:

Ah, que canto que soando, enche os ares de dulçor.

São os salvos entoando hinos ao seu redentor!

“A música dos salvos- 412, CC”

    Que enchamos os ares com nosso cântico, com o cântico dos hinos do Cantor Cristão.

    Hoje são vinte e sete de Novembro de 2011, Jesus Cristo ainda não voltou.

    Do seu irmão e amigo, Reverendo Pastor Ricardo dos Santos.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!