Natal

 

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” Is 9:6.

    Mais um Natal se aproxima e com ele, toda aquela correria de sempre: Cantatas, enfeites, confraternizações, amigo-secreto, presentes, roupas novas, sapatos novos, ceia, compras... São tantas coisinhas que surgem de última hora. Como é que alguém, em seu juízo perfeito, pode gostar de algo assim? É só estresse.

    Quando isso acontece, é porque estamos olhando de forma errada para o Natal. Quando isso acontece, é porque queremos fazer do Natal a nossa festa, a festa para o nosso deleite; a festa da fartura, da variedade de comidas.

    A festa do Natal foi incorporada à Cristandade para nos fazer lembrar o milagre da encarnação, ou seja, o Deus que se fez homem e habitou (tabernaculou) entre nós, conforme João 1:14. Por isso, Ele (Jesus) é maravilhoso. É maravilhoso saber que Ele nos ama, apesar de nossos pecados; é maravilhoso confiar em sua presença constante a nos guiar. É maravilhoso saber que Ele perdoa os nossos pecados; é maravilhoso saber que em lugar de pedir-nos presentes, Ele se deu a nós como presente de Deus.

    Este Natal não vai ser diferente dos outros, pois, vamos querer que tudo seja como sempre foi. É uma pena! Que bom seria, que em lugar de uma mesa farta, nos lembrássemos que Jesus nos pediu que o lembrássemos apenas com o pão e o vinho. Estes dois elementos simbolizam o seu corpo que foi pregado na cruz, e o seu sangue derramado para pagar pelos nossos pecados.

    Que Natal maravilhoso será este, quando a Cristandade redescobrir o verdadeiro sentido desta data.

    Aproveite esta data para estar com a sua família; faça uma oração a Deus, agradecendo por este grande amor demonstrado por Cristo Jesus.

    Natal sem Calvário é só festa e comilança; Cristo sem encarnação é só um homem que não pode salvar a ninguém. Pense nisto, meu irmão.

    Para finalizar, não vou desejar um feliz Natal, mas vou dizer: Somos felizes porque houve um Natal.

    Hoje são quatro de Dezembro de 2011, Jesus Cristo ainda não voltou.

    Do seu irmão e amigo, Reverendo Pastor Ricardo dos Santos.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!